Cara Camarada

Podia ter-te deixado lá, lívida, a desvaneceres-te em pó durante muito e muito tempo. Não o fiz. Claro que tu ainda me atiras que não fiz mais que a minha obrigação mas cara camarada, tua vida sempre esteve acima da minha, porque teria eu obrigação de pôr a minha acima da tua? Fi-lo por dedicação, por falta do egoísmo crónico de que tu e todos padecem. O teu Deus é testemunha. Eu como não tenho Deus sofro por mim e por ele.

Anúncios

~ por Rui Batista em 31 de Agosto de 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: