reflexões de Fé

A fé não é mais que uma tentativa estúpida de influenciar Deus, exista ele ou não.

Desde cedo que deus é para mim uma dúvida, aliás das poucas dúvidas que sei que irei sempre ter. No entanto considero-me um ateu. Ateu pelo simples facto que, a existir ou não, deus é irrelevante para efeitos práticos. Tudo o resto, todas as dúvidas e incertezas não podem passar de conjecturas sobre um plano para nós inacessível e diria mesmo (conjecturando claro) incompreensível. A prova de que deus não é influenciável é uma daquelas provas empíricas que de tantos milhares de anos a ser testada passou a prova científica. Existem milhares de religiões, milhões de variantes, tantas variantes quanto o número de indivíduos que as praticam. Cada um tenta influenciar o altíssimo à sua maneira, e ao que consta não existem provas que um tipo ficar rico se deva a intervenções da providência. É óbvio que a fé, as rezas, os pedidos, as súplicas….são tudo bons catalizadores dos acontecimentos: se alguém pede é porque quer, se quer é provável que se esforce para isso…mesmo que deus esteja no céu também não consta que caia muita coisa jeitosa. Basicamente é tudo factor psicológico.

Não nego que existem coisas por explicar, existirão sempre…daí a que deus seja o culpado de tudo vai uma boa distância. Existem números intrigantes,…o pi, o phi, o e…no entanto a terra também era o centro do universo e já não é.

O meu deus sou eu, porque em última instancia tenho de contar sempre comigo, ter fé em mim. O outro, a existir, é igual ao litro.

Mas já que aqui estou, gostava de dar a minha conjectura sobre a existência de deus ou não. Sem o poder provar, sem certezas e com muitas dúvidas: penso que não exista porque é desnecessário, tudo parece certo sem ele, a causalidade parece-me de todo aceitável. A única acção a ser divina seria a criação, mas como terá de haver criação para tudo teria que haver deuses por ali a cima, como as tartarugas do outro por ali abaixo.

Anúncios

~ por Rui Batista em 7 de Setembro de 2007.

Uma resposta to “reflexões de Fé”

  1. Tu sabes o que penso emtermos de conteúdo. Não vou referiri nada sobre isso.
    Em termos de forma, está muito bom.
    Continua a escrever. Vês, isto foi um comentário desnecessário( ISTO = desnecessário…).

    * * *

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: