Castelos Caídos

Doce e falsa harpa essa
Que tocas, doce promessa
Por cumprir, castelos caídos
Num enorme fosso por escavar,
Futuros difíceis perdidos
Nas verdades que te negas a acreditar,
O teu tempo acaba veloz,
E nem isto te faz ouvir a voz
Duma razão que não a tua…
Roubei-te a lua,
Tinha de ficar com algo para mim,
Não me contento com desilusões sem fim

21:28 27-08-2007

Anúncios

~ por Rui Batista em 27 de Agosto de 2007.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: